Prefeitura de Itajaí

SEMASA | Serviço Municipal de Água, Saneamento Básico e Infraestrutura

115 SAC 0800 645 0195 (47) 3344 9000 WhatsApp (47) 99261 3492

Novidades

Novos hidrômetros ajudam o SEMASA a identificar problemas

Quinta, 09 de fevereiro de 2006, 10h44

Com a substituição dos medidores velhos pelos novos são registrados em média 80 casos de vazamentos ou alto consumo por mês. São situações de desperdício de água que os aparelhos fora do prazo de validade não conseguiam identificar.

O SEMASA realizou no final de 2005 a campanha de troca de hidrômetros em Itajaí. Os aparelhos com mais de 05 anos de uso estão sendo trocados. Esta substituição se deve ao desgaste natural do aparelho, que com o tempo não faz a leitura correta do consumo.

Porém com a chegada da fatura, aparecem também as dúvidas. Só na primeira semana de fevereiro o setor de atendimento do SEMASA registrou a visita de clientes 1.100 clientes. A grande maioria relacionada ao faturamento. São casos de pequenos ou grandes aumentos no valor da fatura,. Os clientes não sabiam ou não concordavam com os motivos desses aumentos nas contas de água.

O gerente de faturamento do SEMASA, Beto Pacheco, explica que “quando o cliente está com o hidrômetro velho, ele não marca a água utilizada de forma correta. Quando é colocado o novo, o SEMASA e o consumidor têm a dimensão real de quanto é gasto em cada residência ou comércio. Isso pode representar um valor maior a pagar. Mas caso o cliente entenda que o valor está acima do consumo real dele é bom ver se não é caso de vazamento”.

Como lidar com vazamentos:

“Com a troca de hidrômetros estão aparecendo muitos vazamentos, então é importante que os consumidores também saibam como identificar estes problemas em casa”, explica o gerente de medição e cadastro Umberto Sell. Ele diz que a maneira mais confiável de se manter o controle é conferindo diariamente ou semanalmente o consumo direto no hidrômetro. Caso este consumo seja fora do comum, existem alguns procedimentos simples, e que podem ajudar o cliente a identificar o vazamento antes que a conta traga o valor do problema:

1) Feche todos os registros, e marque o nível da caixa d’água com uma caneta. Espere uma hora, e veja se há alguma diferença no nível.

2) Encha um copo com água e feche novamente todos os registros. Coloque a boca das torneiras dentro do copo com água. Veja se a água não é sugada pela torneira.

3) Despeje cinzas (de cigarro ou de churrasqueira) na sua privada. Preste atenção se as cinzas se movem ao chegarem ao fundo da privada.

Caso a resposta de qualquer uma das hipóteses citadas acima tenha sido positiva, o consumidor tem um vazamento em casa. O SEMASA avisa que em casos de vazamentos após o cavalete, a responsabilidade é do cliente. A autarquia se coloca à disposição para esclarecer qualquer dúvida pelo telefone gratuito 0800-645-0195, ou pelo e-mail escreva@semasa-itajai.com.br.

Imagens


115 SAC 0800 645 0195 (47) 3344 9000 WhatsApp (47) 99261 3492

escreva@semasaitajai.com.br

Serviço Municipal de Água, Saneamento Básico e Infraestrutura

Rua Heitor Liberato, 1189, São Judas, Itajaí, SC, CEP 88303-101